menu

Shopping Cart

Blog Article

Tecnologia a favor das empresas: Waze anuncia novo posicionamento

publicado em Mercado de TI by

A tecnologia vem avançando cada vez mais e criando soluções que conectam o usuário de diversas formas. Os devices estão mais completos e as empresas buscam novas formas de chegar até o cliente e divulgar o seu trabalho. Pensando nisso, o app Waze anunciou seu novo posicionamento: “Mobility for Brands”.

Veja a matéria publicada pelo Meio e Mensagem na edição do mês de Julho, que fala sobre a conexão entre o avanço das tecnologias de mobilidade e a comunicação entre empresa e consumidor.

Waze anuncia novo posicionamento 

Apesar de ter nascido em Israel, em 2006, e da compra pela americana Google, em 2013, o Waze tem no Brasil pontos-chave de sua trajetória. A paixão por carros e o trânsito desafiador de muitas cidades brasileiras foram alguns dos motivos para a plataforma ter desenvolvido aqui diversos projetos como o Cidades Conectadas, a partir de uma experiência no Rio de Janeiro em 2012. Há um ano abriu a operação local (antes, a IMS a representava no País) e, agora, a equipe brasileira anuncia o novo posicionamento da plataforma para o mercado: “Mobility for Brands”.

O trabalho em cima do conceito foi realizado junto à sede, mas o lançamento ocorre antes por aqui. “É algo muito conectado ao nosso propósito estratégico”, diz André Loureiro, diretor-geral de publicidade do Waze no Brasil. “Queremos melhorar a percepção das agências e anunciantes sobre a importância do deslocamento do consumidor na construção da comunicação de marcas”.

O mercado brasileiro é o segundo maior para plataforma depois dos Estados Unidos. Somente entre São Paulo e Rio de Janeiro há quase 4,5 milhões de usuários. Tamanha penetração ajudou a construir parcerias com marcas como SulAmérica, Ipiranga e Gol – ainda mais razões para ser produzido, no Brasil, o relatório Last Mile to Store, produzido em parceria com a Mobile Marketing Association (MMA). O estudo traz diversos números e estudos de caso, incluindo marcas como McDonald´s e Pão de Açúcar, além de informações de outros mercados, especialmente o México.

Tanto o relatório como o reposicionamento destacam que aplicativos como o Waze são cada vez mais tecnologias estratégicas em mídia. “No contexto de marca, mobilidade dá diversas oportunidades de conversa, seja no trajeto casa-trabalho, casa-academia, trabalho-faculdade… E vai além de geolocalização, trazendo também contexto e destino. Se você triangular bem esses fatores, gera resultados melhores para os negócios das empresas”, explica André. Apesar do Waze ter capitaneado a compilação desses insights, o executivo diz que o conceito se expande para outras plataformas. “A indústria já percebe o carro como o próximo grande device conectado, e cada vez mais autônomo e com mais possibilidades de interações com marcas. Esse marketing preditivo, relacionado à mobilidade, que  entende onde você está e para onde vai, não é exclusivo do Waze. A gente traz isso para o mercado agora, mas entendemos que vai se estender para a natureza do deslocamento nas cidades”.

Matéria replicada da revista Meio e Mensagem – Edição 1770 – Data 24/07/2017

 

02 ago, 17

postar comentário