menu

Shopping Cart

Blog Article

ROI da Rastreabilidade

publicado em Mercado de TI, Soluções IT2B by

A rastreabilidade é uma funcionalidade que veio para ficar, já faz parte do dia a dia da indústria e também opera em outros segmentos da economia como o comércio e serviços.
Quando a rastreabilidade é uma imposição por regulamentação, não há o que discutir e geralmente a implantação ocorre de forma gradual, apenas para atender as exigências do mercado. O custo é repassado ao consumidor sem que o retorno do investimento seja apropriado ou, na maioria dos casos, nem é conhecido.
Em um ambiente altamente competitivo como o atual, é importante, se não vital, obter o retorno de cada centavo investido além do custo direto de um produto ou serviço. De outra forma, a cadeia de valor não é otimizada e não se atinge a diferenciação necessária dentro de um determinado segmento.
Existem estudos em segmentos específicos como o de saúde que demonstram o ROI da Rastreabilidade:
“A padronização da rastreabilidade gera retorno mensurado com os seguintes multiplicadores:
• Indústria de 04 a 25 vezes
• Distribuidores de 10 a 15 vezes
• Varejo até 03 vezes
• Hospitais de 03 a 20 vezes
Consumidores terão um retorno do investimento de 3 a 25 vezes.”
Fonte: “A promessa de padrões globais no setor da Saúde. Relatório McKinsey Outubro 2012.”
Analisando esses números friamente temos a sensação de haver algum exagero no retorno indicado ou já haveria muito mais adesão aos processos de rastreabilidade. É importante notar que estamos tratando de rastreabilidade, onde cada produto é identificado unicamente e todas as movimentações ocorridas desde a produção, passando pelo consumidor final e atingindo o descarte, são registradas e ficam disponíveis para consulta e análises, em contraposição com os processos de marcação, validade e lote, e serialização que não atingem esses níveis de retorno.
Estudando com profundidade os processos da cadeia de consumo de cada produto, é possível identificar algumas categorias de retorno que a empresa pode se apropriar, além do retorno direto onde a rastreabilidade Organiza, Otimiza, Regulariza e Operacionaliza toda a cadeia suprimento e consumo. Temos pelo menos três categorias em que é possível estimar o retorno antes de implantar a solução específica de rastreabilidade e mensurar posteriormente para comprovação, são elas: Fiscal, Marketing e Segurança.
Cada vez mais a transparência é exigida e isso não é diferente também do ponto de vista fiscal. Todas as empresas já estão atendendo ao SPED Sistema Público de Escrita Digital e as empresas de produção agora estão buscando se enquadrar para atender o Bloco K, onde são comparadas as quantidades de insumos comprados com os produtos vendidos. A Rastreabilidade aplicada às linhas de produção oferece o preenchimento automático e preciso dos relatórios de saída do Bloco K, permitindo oferecer a Receita Federal informações precisas e por isso aceitas sem questionamento. Essa informação é produzida automaticamente e por isso é imediata e sem necessidade de acrescentar outros recursos como pessoal, trazendo retorno para o investimento em rastreabilidade.
Um dos maiores esforços de marketing é conseguir conversar com o consumidor final diretamente, é conseguir entregar informações com volume e conteúdo específico, o que nem sempre é possível apenas com o espaço disponível nas embalagens. A rastreabilidade se utiliza de códigos bidimensionais como o QR Code e Data Matrix para identificar unitariamente cada produto e ao mesmo tempo permite que se utilize esse mesmo código para incluir o site com informações do produto. Dessa forma o consumidor tem uma infinidade de informações à disposição para consulta, formando um ambiente de realidade aumentada, e ao mesmo tempo a empresa recebe informações de quem é o consumidor e em que local foi efetuada a leitura do código. É fácil perceber o retorno proporcionado com essa funcionalidade.
Um dos maiores custos adicionados além dos diretos, estão ligados à segurança, ao desvio de produto e roubo de carga, além da falsificação, adulteração e contrabando. Com os produtos devidamente identificados unitariamente todas essas modalidades de crime são desestimuladas e em alguns casos totalmente evitadas. É importante notar que havendo a possibilidade do consumidor agir como “fiscal”, efetuando a leitura do código bidimensional disponível na embalagem ou no produto, amplia-se exponencialmente a possibilidade de se evitar e ou identificar a ocorrência de qualquer delito dessa natureza e a reação adequada ser efetuada a tempo. Mais uma vez é possível se obter retorno do investimento efetuado em rastreabilidade.
Havendo necessidade de recall por qualquer motivo, essa operação é facilitada limitando-se somente aos produtos identificados em não conformidade e não ao lote todo como ocorre atualmente. Essa categoria não está encaixada em nenhuma das três anteriores, mas traz retorno enorme para a empresa.
Acreditamos que essas são as principais categorias de ROI para a rastreabilidade, mas temos certeza de não nos limitamos somente a essas. Cada vez que uma solução é implantada possibilita integração com diversos outros subsistemas e assim proporcionam outros ganhos em produtividade e mais retorno do investimento efetuado.

A IT2B tem expertise em Rastreabilidade, acesse e conheça nossa linha Track & Trace: www.it2b.com.br/industry-solutions/track-trace
Caso tenha interesse nesse serviço, entre em contato conosco: (11) 3824-6830 ou contato@it2b.com.br.

Lucas Blanco
Gerente de Pré-Venda responsável pelas soluções Track e Trace

16 nov, 17

postar comentário