menu

Blog Article

IA consagra-se como tecnologia transformadora para as indústrias

publicado em Mercado de TI by

No século 17 as protagonistas da Revolução Industrial foram as máquinas a vapor, hoje quem mobiliza essa transformação são tecnologias que estão em constante evolução como a Inteligência Artificial (IA), Big Data e Analytics. Elas vêm transformando não só a forma de consumir, mas também prometem reinventar diversas áreas e setores do mercado, inclusive as indústrias.

A automatização de processos aliada à consolidação e análise de informações reconhecidas, prometem gerar novos insights e aprimorar ainda mais as tomadas de decisão por parte dos gestores. Um cenário que oferece benefícios como mais segurança, rapidez e assertividade, além de maior engajamento cognitivo. Diante disso, a tecnologia que mais se destaca é a Inteligência Artificial, que apesar de conhecida há décadas, já faz parte da realidade de muitas empresas.

Segundo a empresa de pesquisas Gartner, a IA promete gerar US$ 2,9 trilhões em novas oportunidades de criação de valor para as organizações, até 2021. Outro ponto de destaque, é a recuperação de 6,2 bilhões de horas de produtividade perdida com atividades repetitivas, ou com a geração de insights e novas fontes de receita.

Hoje, o impacto dessa tecnologia já é sentido na rotina das empresas e no dia a dia das pessoas. Seus benefícios são percebidos tanto em serviços simples, como uma pesquisa realizada em um buscador da internet, até trabalhos mais complexos como softwares que ajudam médicos na identificação de células cancerígenas bem como robôs que realizam processos de organização corporativa.

Quarta Revolução Industrial

Quando falamos da Quarta Revolução Industrial vemos a nossa frente uma automatização completa das fábricas, eliminando a atuação humana nas linhas de produção. Ela parte de vários sistemas ciberfísicos, que combinam máquinas com processos digitais, possibilitando uma tomada de decisões descentralizadas e muito mais cooperativa. Diante dessas condições os humanos passam a analisar e gerir os processos por meio de tecnologias como IoT, Big Data e Analytics.

Apesar desse cenário ainda não ser uma realidade, ele caminha à passos largos e está cada vez mais presente no setor. A Alemanha, por exemplo, já trabalha desde 2013 em um projeto estratégico de alta tecnologia que envolve essa transformação nas indústrias. Segundo especialistas como Schwab, diretor executivo do Fórum Econômico Mundial, a Quarta Revolução Industrial é uma transição em direção a novos sistemas, que tem como base a infraestrutura da revolução digital.

FONTES:
Valor econômico
BBC News

29 jun, 18

postar comentário